sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Esperando o Príncipe Encantado



Por tanto tempo venho esperando
Ser arrebatada nos braços de um estranho
Que pudesse se tornar um príncipe encantado
Me tirando do embaraço e do frio
Da tristeza, da solidão...

E muitas vezes acreditei
Em um estranho confiei
Esperando um grande amor
Eu tenho amado
Sim, como tenho chorado
Pelas perdas e ilusões

As tentativas são feitas
Na medida que o coração aceita
Mas logo vem a decepção...

Os sentimentos muitas vezes são assim
Partem intensos de dentro de mim
Para alcançarem no outro o fim
De uma simples noite de verão

Um comentário:

Oremar disse...

gostei são seus?????
se forem fora bem escritos