segunda-feira, 28 de dezembro de 2009



Definitivamente o som do blues e a lua me fazem delirar
Pois acho muito intenso, acho forte
E produz a vontade de dançar
De pensar, de sentir...

Gostaria de repetir o silêncio de ontem
Onde eu consegui me escutar
Acalmando meu íntimo, meus sonhos
Sonhos que ainda quero realizar

E o solo da guitarra melancólica
Expressa minha solidão
Expressa meus medos, angústias
Também desejos...

Chegam as recordações do ano vivido
Das frustrações, dos acertos, do proibido

E ontem escutei coisas boas
Que me fizeram pensar
Porque o coração tantas vezes nega-se sentir
Juntamente com o pensar?
Quantas vezes meu coração insistiu
Mesmo com a razão me pedindo pra frear?

Sede de vitórias, de acertos
Volúpia em sentir, em amar
Sem medo do erro
Com tamanha intensidade que assusta o outro
Talvez esse mesmo
Seja meu erro...

2 comentários:

ivandro disse...

Brunielle agora faço parte deste otimo blog parabéns.

Neguinha do Torresmo disse...

eee emmm que prima arretado nos versos parabens